Não sabe mais o que fazer diante dos conflitos no trabalho em equipe? Leia este artigo, agora!- Por Professor Becker

Conflitos no trabalho: um dos temas das palestras do Professor Becker, que mais chamam a atenção do público, impactando de forma poderosa os eventos onde ele participa. Se por um lado, visões e opiniões divergentes enriquecem a criação, o debate saudável e a evolução da equipe, por outro lado, conflitos recorrentes no time podem provocar graves crises de produtividade. Se você não sabe mais o que fazer diante de tanta “treta”, respire fundo e confira o artigo de hoje no nosso querido Becker, está imperdível!

Conflitos no trabalho: um líder precisa atuar de forma assertiva 

Eu compreendo que em uma organização focada em seu propósito e na busca do sucesso, 

contar com  equipes mais produtivas é uma necessidade. E veja bem, notoriamente, tais equipes, de modo geral ,contam com pessoas com diversas perspectivas, origens e pontos de vista. 

Ou seja, os conflitos são inevitáveis. E, acredite, isso não é ruim. Contudo, desde que obviamente tais conflitos no trabalho contem com o gerenciamento do líder, por exemplo.

Fugir, evitar que eles ocorram ou fechar os olhos, é um erro grotesco, sobretudo em uma empresa que está construindo sua jornada rumo ao topo, e eu acredito que seja essa a sua meta, correto?

O que fazer, porém, quando o bicho pega a todo momento? Antes de mais nada, saiba que 

há diversos estilos apropriados de gerenciamento de conflitos, conforme as situações apresentadas.

Algumas dicas para te ajudar na resolução de conflitos no trabalho 

Reuni algumas dicas práticas para gestão e liderança usufruírem, conforme as situações conflituosas que surgirem. 

Tome nota:

Jamais se omita 

Mediante um conflito interno, jamais “deixe  pra lá”. É preciso ter uma postura de liderança e não se apoiar na frágil ideia de que “eles são adultos e deveriam ser capazes de conversar e se entender sozinhos”.

Chegue junto, se mostre, imponha a sua presença e dialogue com as partes envolvidas. Assim, o time verá que de fato, tem um comando, e que é preciso respeitá-lo. 

Diante de atritos, dialogue de forma particular 

Converse com cada membro da equipe, de forma reservada, sem expor nenhum deles.Coloque em cena suas habilidades de escuta empática, sem julgamentos ou interrupções. Faça uma análise do que ouviu, leve em consideração se há ou não um histórico de atritos recorrentes com o respectivo funcionário, antes de tomar alguma decisão. Seja, antes de mais nada, imparcial. 

Se for preciso, corrija 

Caso identifique que o funcionário agiu com uma conduta que destoa, de fato, dos valores e propósito da empresa, dê um feedback de correção, e deixe-o consciente disso. 

Após o fato conflituoso e as medidas para administrar o conflito, observe como os envolvidos se comportam.

Agora é com você. Coloque essas dicas em prática e me conte depois quais resultados você colheu, certo? Até a próxima, é sempre um prazer bater esse papo com você aí do outro lado da telinha.

Quais qualidades todo bom gestor deve ter?- Por Prof. Becker

As palestras do Prof. Becker são de alta relevância

Luiz Becker é bacharel em Direito e Mestre em Administração, e atualmente também é professor da Fundação Getulio Vargas. Com grande poder de convencimento e impacto positivo no público, suas palestras sempre chamam a atenção por serem extremamente cativantes. Com isso, visite o perfil de Luiz Becker e veja o motivo pelo qual ele é a pessoa certa para palestrar em sua empresa.

Escrito por

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Quem palestrou?

Você precisa absorver muito conteúdo mas não encontra tempo para ler?

Milhares de pessoas tiveram uma experiência transformadora ampliando os limites do foco e da memória. Agora é a sua vez!

Clientes