Palestras de Sucesso Entrevista Marcello Cotrim

1- Marcello Cotrim, estamos muito felizes com sua presença no time da Palestras de Sucesso. Agradeço sua disponibilidade em nos atender para falarmos um pouco mais sobre seu trabalho incrível. 

Você já ministra palestras há mais de 3 décadas, um tempo considerável, não é mesmo? De quando começou até os dias atuais, o que mudou no cenário de palestras e eventos? Aproveitando, o que o Marcello de hoje diria para o Marcello de 30 anos antes? 

Marcello Cotrim:  Primeiramente agradeço o convite, é um prazer fazer parte do Palestras de Sucesso. E sim, são mais de 30 anos ministrando cursos e palestras, objetivando a evolução e o desenvolvimento humano. Eu vejo que antigamente havia uma separação entre as palestras mais humanistas, que visavam a evolução e o bem-estar, e palestras corporativas, que visavam alcançar maior produtividade e lucro. Creio que hoje essa fronteira vem desaparecendo cada vez mais, e compreende-se que uma empresa tem em seus colaboradores o seu maior valor, e que deve se dedicar a oferecer um ambiente harmônico, saudável em termos de convivência e rotina de vida; proporcionar maior compreensão acerca dos objetivos comuns, que motivem o trabalho em equipe; identificar talentos e dons, e proporcionar oportunidades de desenvolvimento com sentido de missão e propósito. Atualmente as palestras corporativas, para alcançarem seu real objetivo, devem unir motivação e psicologia, positividade e espiritualidade, e conduzir ao progresso, porém reinventando o ambiente de trabalho, tornando-o equilibrado e estimulante. 

Há 30 anos eu já possuía muita convicção do meu ideal em ajudar pessoas em sua evolução e prosperidade. Sempre achei que poderíamos dinamizar nossas vidas e nos tornarmos mais felizes, com ideias inovadoras e quebra de paradigmas. Apenas acrescentaria um conselho ao Marcello daquele tempo: que ele se fizesse ainda mais livre para expressar suas ideias, e confiasse cada vez mais em si mesmo, pois a jornada de cada um é única, e nós precisamos ser os maiores defensores dos nossos ideais!

2- Inevitável não tocarmos no assunto pandemia, pós-pandemia. Na sua visão, toda essa situação seria um recado do universo? Se sim, o que ele está querendo nos dizer?

Marcello Cotrim:  Não vejo como um recado do Universo, de Deus ou da Espiritualidade querendo nos dizer algo a respeito das agressões à natureza ou por qualquer conduta humana egoística, pois a natureza não pune, ela simplesmente se regenera. E o ser humano, como parte da natureza, também tem a possibilidade de se regenerar, basta entrar em harmonia com a sua essência em sincronicidade com a natureza do planeta. Vejo a pandemia como uma manifestação da natureza, como acontece ciclicamente, são adaptações. Acho sim que há a possibilidade de ocorrer uma reflexão humana sobre o momento em que vivemos. Muitos acentuam o aspecto da sobrevivência somente, e acabam se fechando em seu próprio mundo. Outros podem desenvolver uma valorização maior à vida, própria e dos outros, e tornarem-se mais empáticos. Porém, vejo que o caminho do equilíbrio é o ideal, entre olhar mais para si, com autocuidado e valorização do próprio tempo do viver, e ser também mais gentil e grato pela oportunidade de conviver com outras pessoas, percebendo o ganho e a doação que as relações humanas propiciam, tornando a vida rica, saudável, significante e integrativa.

3-  De que forma é possível ao indivíduo, desenvolver e retomar a capacidade de liderança e gestão de sua própria vida? 

Marcello Cotrim:  Primeiramente identificando os fatores psicológicos que geram aprisionamento e submissão. Normalmente, os condicionamentos e traumas mais impactantes para a vida adulta são adquiridos na primeira infância, dos 0 aos 6 anos de vida, e são os mais determinantes na formação da personalidade. Então, é necessário um trabalho de reprogramação mental e emocional, e ressignificação do passado, para que o indivíduo se sinta apto ao renascimento, ou seja, à sua própria reinvenção. Como resultado, ganha-se um sentimento de liberdade e autoconfiança, que são pré-requisitos para a autoliderança e a gestão inteligente de sua própria vida.

4- Vivemos um verdadeiro “boom” em relação às palestras motivacionais. Contudo, junto com essa tendência, é nítido que uma certa parcela dos conteúdos apresentados por alguns palestrantes, não trazem impacto, pois estão embasadas em um discurso engessado, muitas vezes ditando juízo de valor entre o certo e o errado. Você é uma das maiores autoridades no tema motivação. Conta pra nós, qual é o diferencial de uma palestra motivacional que gere identificação e impacto no público, despertando nele aquela vontade de mudar e realizar ações concretas para atingir objetivos? 

Marcello Cotrim: Minha maior motivação em motivar pessoas é poder auxiliá-las e conduzi-las a um patamar de maior liberdade e felicidade e, assim, contribuir para a cura emocional, evolução e empoderamento de cada um. Para isto, eu sempre realizo um trabalho amplo, embasado em uma somatória de psicologia, filosofia e metafísica, entre outras linhas de estudo e, assim, sempre procuro indicar caminhos lógicos e sensíveis, que causem transformação desde o primeiro instante de uma palestra ou curso, primando pela transparência e sinceridade contida na intenção e didática, e não por tentar empolgar, ou “pilhar” a plateia sem oferecer ferramentas evolutivas e de empoderamento real, e que tornam-se, a meu ver, discursos fantasiosos e levam, no momento seguinte, a uma recaída ao estado anterior, com aumento de frustração. É preciso respeitar a assistência, e transmitir ideias coerentes e que sejam, ao mesmo tempo, inovadoras e profundas, gerando confiança e extasiando ao mesmo tempo!

5- Podemos considerar a espiritualidade e o autoconhecimento como um caminho para a prosperidade? O que você pensa a respeito? 

Marcello Cotrim:  Sem sombra de dúvida! Se conhecer de verdade significa reconhecer em si dons, tendências natas, potenciais motivadores de sonhos e, também, autoconhecer os limites psicológicos a serem quebrados para que se resgate a liberdade dos ser! A espiritualidade nos ensina a desenvolver princípios éticos profundos, empatia gentil, valorização da vida, o valor da gratidão, leva à construção de uma vida com sentido de missão existencial, entre tantos outros benefícios psicológicos e vibracionais, pois cria-se um ambiente profissional, por exemplo, com uma egrégora saudável e positiva, levando a uma prosperidade evolutiva, com critérios e princípios, e não a qualquer custo. Os valores humanos são destacados e a prosperidade é alcançada pela exaltação do melhor que há em cada um, com senso de justiça e valorização do coletivo também.

6- As pessoas sentem-se tocadas pelo seu conteúdo, que é considerado um trabalho brilhante e de transformação de vidas. Ao que você atribui esse tamanho sucesso?

Marcello Cotrim:  À clareza contida em minhas palavras e em meu propósito, à minha didática peculiar ao ensinar assuntos profundos e avançados através de linguagem simples, acessível, e que encante ao ouvinte, por reconhecer lógica associada à um olhar inovador e ao mesmo tempo tocante, pelo teor filosófico conectado com o lado científico. Me considero universalista ao tratar de inúmeros temas, pois procuro associar linhas diversas de pensamento que se complementem e nos permitam chegar a uma compreensão mais aproximada acerca de qual será o melhor próximo passo para a nossa felicidade.

7- Um dos temas que você aborda em seu trabalho, é a mediunidade. Ainda hoje, muitas pessoas enxergam a mediunidade como uma espécie de dom, algo sobrenatural, ou ainda com certa ressalva, associando-a ao charlatanismo. Dito isso, a pergunta é: a comunicação entre humanos e espíritos é algo acessível a todos? Como desbloquear essa aptidão, por assim dizer?

Marcello Cotrim: Nós somos constituídos de diversas camadas ou corpos que coexistem em dimensões diferentes, e são veículos de manifestação da nossa essência espiritual. Vivemos, alternadamente, um ciclo na nossa dimensão terrena e outro, após a morte física, em dimensão extrafísica. E sim, a comunicação entre seres que estão aqui com os que estão lá é possível. Todos têm potencial para promover essa comunicação, desde que desenvolvam e desbloqueiem o seu parapsiquismo, através de técnicas bioenergéticas. A ciência se aproxima cada vez mais da identificação de novas formas de energia e ondas, lembrando que a própria física quântica também revela fenômenos que são inimagináveis para a física clássica. Nem tudo o que existe foi plenamente revelado pelas ciências, daí porque tantas descobertas ocorrem todos os dias no mundo científico, e a espiritualidade sempre se antecipou em conhecimentos, no transcorrer da história humana.

8- Quais são as qualidades do Líder do 3º Milênio? 

Marcello Cotrim: Ele é pioneiro e futurista ao antecipar os novos passos da evolução humana, não somente do ponto de vista corporativo, mas para a humanidade num todo. E propõe perguntas e indica caminhos: Quais serão os valores deste novo tempo? Como ser feliz e sentir-se útil e pertencente sem perder a individualidade e o poder pessoal? São questões fundamentais a serem respondidas por este líder que é, em primeiro lugar um excelente autolíder. Alguém que questiona, que é humanista, propositor de novas ideias e colaborador na edificação delas. Compassivo, paciente e firme ao mesmo tempo. Enfim, um modelo inspirador a um mundo que se transforma rapidamente e busca o progresso, mas pede o resgate dos princípios humanitários.

9- No ambiente profissional, é comum encontrarmos nas empresas, aquelas pessoas que sempre estão reclamando, irritadas, e que levam uma série de problemas para as outras, literalmente “descarregando” negatividade. Esse comportamento nocivo, de uma eterna vítima das circunstâncias, pode ser trabalhada de que forma? Como podemos nos blindar para não nos deixarmos contagiar por essa energia carregada, ou ainda, como não nos tornarmos alguém com esse comportamento tóxico?

Marcello Cotrim:  Em sua grande maioria as pessoas alimentam o próprio vitimismo reativo, pois ele gera ganhos secundários: os outros a veem com maior complacência diante dos seus erros e omissões, e muitos sentem dó dela, e a poupam, ou mesmo procuram ajudá-la, como se ela fosse uma incapaz ou desprivilegiada ou, por outro lado, se se calam ou se afastam quando ela mostra agressividade. Mas, na realidade, ela é quem mais perde, porque ninguém valoriza ou confia para valer em alguém que se mostra impotente e não confia em si mesma, ou agressiva e infeliz! E, realmente, ela pode e deve se curar desta conduta doentia. Através de cursos terapêuticos eu auxilio milhares de pessoas a redescobrirem seu próprio poder e valor, e adquirirem calma e inteligência emocional. Mas é importante, também, que ninguém mais ao redor alimente tal postura e, assim, não reforce o condicionamento que faz o indivíduo ‘vítima’ agir como age, além de ser fundamental que os colegas não se coloquem como vítimas do ‘vítima’, ou seja, numa conduta similar e reativa. É importante que cada um assuma sua autorresponsabilidade com o próprio equilíbrio e busque ajuda, se necessário. Também aplico, em meu trabalho, exercícios meditativos e bioenergéticos que auxiliam imensamente no processo autoterapeutico.

10 – Qual a importância de nos questionarmos acerca de qual é o nosso propósito de alma? 

Marcello Cotrim:  Tornar a vida significativa motiva o ser humano em seu dia a dia, gera um sentido para a existência, e nos conduz ao caminho da autorrealização. Essa é a verdadeira vivência de uma espiritualidade ampla e universalista, compreender que cada um de nós nasce com tendências evolutivas que conduzem à felicidade, e outras antievolutivas, que levam ao sofrimento. Evoluir é ser livre, prosperar, vivenciar, experienciar e, assim, se tornar cada vez mais pleno, ao reconhecer em si qual é o caminho que vai torná-lo mais feliz!

11- Muito tem se falado sobre a atenção plena e seus benefícios. Em um mundo cada vez mais veloz, com excesso de informações e compromissos, muitos vivem no piloto automático. Certamente, isso gera ansiedade e diversas comorbidades, não é mesmo?

Qual sua dica, Marcello, para despertar desse estado muitas vezes apático e compreender o quanto é importante vivermos aqui e agora? 

Marcello Cotrim: Em primeiro lugar, a cura do passado! O mundo vive, em sua maioria, numa MATRIX MENTAL, dentro do inconsciente coletivo, repleta de crenças negativas que fazem prevalecer o medo e a ideia da escassez. Medo de não ter ou perder, e a dificuldade em obter. Na verdade, são ideias ilusórias, pois existe abundância na natureza e no mundo, basta saber receber! Viver no aqui e agora é o caminho mais saudável, e é sinal de sabedoria, pois a vida só acontece no presente. Aconselho firmemente a superação dos traumas e condicionamentos, pois toda postura de procrastinação é o medo de que o passado se repita no futuro próximo, e daí a sensação de nunca estar preparado e não se sentir merecedor da felicidade. Viver no presente exige sentimento de merecimento e desapego ao passado.

12- Prosperar financeiramente é o sonho de muitas pessoas. Quais as ferramentas para atingir prosperidade? 

Marcello Cotrim:  Em meu trabalho aplico uma metodologia em 10 passos para a prosperidade como autorrealização num todo, na vida familiar, amorosa, profissional, financeira, social, espiritual etc., e que funciona de modo fantástico. As ferramentas são muitas, mas basicamente existe uma primeira fase de reprogramação emocional e cortes com padrões mentais do passado; em paralelo o trabalho de autoconhecimento que permita determinar novos sonhos e conectados com a verdadeira essência; a partir daí saber trabalhar as leis metafísicas, como a Lei da Atração e outras, que permitam uma maior harmonia com a vida e seus acontecimentos. Por fim, trabalho psicologicamente cada setor da vida para resgatar a importância e o mérito em se autorrealizar plenamente.

13- O que você tem a dizer a respeito de  liderança visionária, empreendedorismo e inovação? 

Marcello Cotrim:  O mundo muda velozmente. As profissões que importavam, já não importam tanto ou desapareceram, e outras surgiram e estão surgindo a cada dia. Hoje empreender é algo muito mais versátil e que exige muita criatividade para o sucesso de qualquer negócio. Portanto, é preciso visão de futuro, dos próximos passos da humanidade, tanto no trato humano quanto corporativo e, até mesmo, sobre comportamento de consumo. O mundo evolui e as pessoas compartilham de outras ideias e rejeitam antigas. É preciso se atualizar, é preciso ser mais do que um líder, é preciso ser visionário e criativo, para compreender o que o mundo de hoje necessita e que você tem a oferecer.

14- Os grandes sábios da humanidade, como Buda, Confúcio, Lao-Tse e Jesus Cristo, deixaram lições em suas passagens por este mundo. Quais você destacaria? 

Marcello Cotrim: Todos têm em comum o fato de terem deixado um grande legado de sabedoria acerca da iluminação humana. Sendo bem compreendidos, como filósofos que foram, aprendemos com todos eles a não reatividade, a não violência, o desapego ao passado, a felicidade como busca indiscutível na vida, a gentileza recíproca, o amor e o autoamor no equilíbrio da balança, entre tantas outras lições incríveis que nos deixaram. Acima de tudo nos ensinaram a viver a vida sem medos, culpas, ou ilusões, que fazem o ser humano se vender a um sistema de barganhas. Portanto, nos ensinaram a liberdade do ser!

15- Novamente, gratidão por nos atender, e obrigado por compartilhar conosco tanto conhecimento e positividade. O espaço é seu para um recado aos nossos leitores.

Marcello Cotrim: Eu agradeço novamente a oportunidade de poder compartilhar a minha visão de mundo com vocês!

A vida é oportunidade de nos expressarmos e nos autorrealizarmos, portanto, não aceitem menos do que a felicidade, ninguém nasceu para viver com medo e apenas sonhar o que pode ser e fazer acontecer! E não se esqueçam de que a verdadeira felicidade não é um prêmio, como um troféu a ser obtido no futuro, ela é fruto da liberdade do ser, um sentimento, e precisa fazer parte de você no passo a passo em busca de qualquer sonho!

Escrito por

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Quem palestrou?

Você precisa absorver muito conteúdo mas não encontra tempo para ler?

Milhares de pessoas tiveram uma experiência transformadora ampliando os limites do foco e da memória. Agora é a sua vez!

Clientes