Toda profissão tem um personagem – por Juan Araújo

“O Mágico é um ator que interpreta o papel de mágico” – Roberto Houdin.

Robert Houdin foi um mágico francês, muito importante na história da mágica, ele é conhecido como Pai da Mágica Moderna.

E essa frase de Robert Houdin, na verdade, vale pra todas as profissões. Em todas as profissões nós assumimos um papel, e temos que desempenhar bem esse papel.  

Mas ter um personagem não significa fingir algo que você não é.
Falando do mundo artístico, quando se trata de um ator, ok, o personagem é algo inventado.

Mas no caso de um cantor, de um comediante ou de um mágico, no meu caso, na maior parte das vezes é uma extensão da própria pessoa, podemos dizer que levamos para o palco uma versão melhorada de nós mesmos, identificando as qualidades que já temos e potencializando-as.

E essa mesma ideia pode ser aplicada a qualquer profissão. Para isso, antes de mais nada precisamos entender quais as habilidades e capacidades já possuímos e identificar quais delas podem ser aproveitadas em nosso trabalho. 

A boa notícia é que não existe um único ‘personagem’ para cada profissão. Voltando ao meu mundo: um mágico pode ser misterioso, outro pode engraçado, podemos ter ainda um que goste de contar histórias emotivas e motivadoras, ou seja, há espaço para diferentes estilos de personagens.

Um vendedor pode ser o cara simpático, amigo de todo mundo que o cliente adora receber para uma conversa, ou ainda pode ser alguém mais sério mas é conhecido por ter um grande conhecimento técnico dos seus produtos e sempre poder ajudar o cliente a tomar a melhor decisão, ou é aquele vendedor que o cliente sabe que pode contar quando precisa resolver algo com urgência porque está sempre disponível e resolve tudo com agilidade.

Se diferenciando dentro da sua área usando o poder do personagem

Enfim, a ideia é entender quais habilidades você já possui e então potencializá-las para se diferenciar dentro de sua área. E claro, também é importante entender quais suas deficiências, para eliminá-las e assim elas não interferirem na eficiência de seu ‘personagem’.

Para ajudar nesse processo sugiro um exercício que chamo de Listas PF. Pontos Fortes e Pontos Fracos. Para começar você faz uma auto-análise, criando essas duas listas: uma com seus pontos fortes, suas habilidades; e outra com seus pontos fracos, suas deficiências.

Mas esse é apenas o primeiro passo, porque isso é a imagem que você tem de você mesmo.

Será que as outras pessoas também lhe veem assim? Então num segundo momento você deve pedir às pessoas que lhe rodeiam (parentes, colegas de trabalho, amigos) que façam o mesmo, uma lista das suas características positivas e uma das negativas.

O ideal é que isso seja feito de maneira anônima, para que as pessoas se sintam à vontade para serem totalmente sinceras. Aprenda como fazer uma pesquisa anônima aqui: como criar Formulários Google.

E então agora é o momento da verdade, fazer uma comparação entre a imagem que você tem de você mesmo e a imagem que os outros têm.

Nesse poderão aparecer algumas surpresas, tanto positivas como negativas: pode ser que as pessoas destaquem habilidades que nem mesmo você tinha percebido, mas por outro lado pode acontecer de citarem pontos negativos que você também não percebeu, ou pior ainda, que você não concorda. Nesse caso você precisa ser o mais imparcial possível e tentar analisar cada situação.

Mesmo que você não concorde com algo, o fato é que por algum motivo essa é a imagem que está chegando para os outros, então é sua responsabilidade tentar mudar seu comportamento, para minimizar as percepções negativas e potencializar as habilidades ou pontos fortes que você possui, para dessa maneira desenvolver seu personagem, ou seja, a melhor versão possível de você mesmo.

Quer conhecer mais sobre Juan Araújo e levar esse palestrante ou mestre cerimônias fenomenal para o seu evento, com temas sobre liderança, transformação, metas, trabalho em equipe e muito mais? Clique aqui!

 

Escrito por

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Quem palestrou?

Você precisa absorver muito conteúdo mas não encontra tempo para ler?

Milhares de pessoas tiveram uma experiência transformadora ampliando os limites do foco e da memória. Agora é a sua vez!

Clientes