Palestras de Sucesso entrevista Priscilla Caminha

Priscilla, vimos que seu trabalho é bem abrangente, englobando diversas facetas que incluem desde o autoconhecimento e empoderamento,até o posicionamento e a comunicação de uma marca, por exemplo.  Quando você percebeu que tais facetas dialogam umas com as outras e se relacionam, e de que forma o autoconhecimento pode ajudar uma empreendedora no mundo dos negócios?

Priscilla Caminha: Tudo está interligado! Eu vivo essa conexão todos os dias e compartilho com meu público, exatamente, o que experimento, o que percebo que funciona e também as lições que extraio das coisas negativas. Não posso me posicionar se não me conhecer. Só consigo resultados positivos através da minha comunicação, se eu entender que preciso desenvolver cada vez essa habilidade e como conciliar essência e posicionamento no que eu comunico.

Hoje muito se fala sobre as redes sociais e a forma como nos relacionamos com as pessoas por meio da internet. Do alto da sua experiência e sucesso que você nitidamente faz nas redes sociais, atraindo a cada dia mais seguidores interessados no que você tem a dizer e compartilhar, conta pra gente: qual sua dica para quem está em busca de nutrir um ótimo relacionamento com o público e alavancar sua marca e os respectivos negócios? 

Priscilla Caminha: A primeira coisa é você nunca deixar de ser você. Essa autenticidade e singularidade aproxima. Pessoas se conectam com pessoas. Elas querem entender e confiar em quem você é para depois se interessar pelo que você vende. Eu gosto de dizer que existem 3 estágios dentro do mundo digital: primeiro você atrai as pessoas para dentro da sua rede, através de um feed bacana, de uma BIO clara , objetiva e interessante, de um foto que reflita você… depois você precisa conectar e isso você faz através do seu conteúdo, da sua comunicação, das sua postura, do seu carisma e por fim você precisa fidelizar, isso mesmo… as pessoas precisam querer ficar com você! É nessa etapa que você começa a converter seguidores em clientes e clientes em defensores da sua marca.

Aproveitando o “gancho”, como se destacar, ser referência e criar conexão em tempos de crise, especialmente a que enfrentamos agora com o Coronavírus?

Priscilla Caminha: Você se desenvolver  constantemente e mostrar que se importa, conhecer e ouvir o seu público, se fazer presente, mostrar que tem capacidade, experiência, constância, consistência, congruência e resultados.

Falando especificamente sobre empreendedorismo feminino, qual a importância e o papel de uma mentora de negócios para a mulher que decide entrar em campo e ser a protagonista do seu próprio empreendimento?

Priscilla Caminha: DIREÇÃO e ASSERTIVIDADE! Com a mentoria, a empreendedora tem maior clareza de qual caminho seguir, se sente mais confiante por saber que não está sozinha e forte para enfrentar os desafios que aparecerem. Mas é importante frisar que a empreendedora precisa estar disposta a mergulhar num processo de autoconhecimento, planejamento e muita ação, para que de fato, as coisas possam fluir e ela veja resultados.

Lendo a descrição de um de seus livros, “Mulheres que inspiram”, onde você é co-autora, me chamou a atenção a parte em que diz: “Somos amor, fé, garra, força, determinação, ação, realização e inspiração.”

O que me fez refletir sobre o fato de ainda hoje, mesmo com toda essa força que a alma feminina carrega em si, a mulher ainda tem que lidar com questões enraizadas em nossa sociedade, caso do machismo e a desigualdade entre os gêneros.

Como a Priscilla Caminha, uma mulher consciente do seu papel na sociedade, lida com essas questões? O amor vai transformar o mundo? 

Priscilla Caminha: O amor não transforma o mundo… ele gera motivação para que as pessoas tenham atitude para mudarem os seus mundos. É nisso que eu acredito! Somos seres de luz aqui. Somos cheias de dons e talentos que muitas vezes desconhecemos e negligenciamos. Por isso é tão importante o autoconhecimento, porque voltamos a nos enxergar, passamos a ter clareza do quão forte somos e nos empedramos disso.

Muitas pessoas reclamam pelo fato de que, por mais que tentem, nunca alcançam seus objetivos, tampouco conseguem ser bem-sucedidas. Um dos temas de suas palestras é exatamente “O sucesso é uma escolha”. Dito isso, deixo aqui uma leve provocação: será que há pessoas que escolhem o fracasso? Conta pra gente um pouco mais sobre esse tema. 

Priscilla Caminha: Existem pessoas que escolhem e vivem o que vier… Que não se posicionam, que não decidem e que só reclamam. Vivem frustradas por uma falta de realização. Quando você entende que pode viver todo dia o seu melhor dia, você gera em você um motivador interno que te faz ir em busca dos seus objetivos diários, porque sabe que eles te levarão para o lugar que você tanto almeja. O sucesso não é no final do percurso, mas em todo o seu caminho, em cada conquista, em cada sonho realizado, em cada sorriso recebido, em cada lição aprendida.

Quais as lembranças mais marcantes que você tem daquela palestra que fez em São Paulo, no ano de 2019? Acredito que foi uma experiência muito especial para você, não é mesmo? 

Priscilla Caminha: Sim! Foi um evento incrível. Sou apaixonada por organização, planejamento e produtividade e já havia participado do evento antes, mas em 2019 ter ido como palestrante num evento para mais de 1000 pessoas foi sensacional. Falei sobre produtividade e  trabalho organizado e tive feedbacks maravilhosos.

Se você tivesse que citar  3 mulheres que são exemplo e inspiração para outras mulheres e mesmo para a humanidade em geral, quem seriam e por qual motivo? 

Priscilla Caminha: Eu me considero inspiradora, rsrs!!! Mas para mim, tenho várias mulheres que me inspiram. Em primeiro lugar minha mãe, pela sua garra, determinação e cuidado. E na área profissional, admiro e me inspiro muito na minha amiga e sempre mentora Alessandra Smaniotto e na garra e trajetória da Luiza Helena Trajano, entre muitas outras…

Foi um imenso prazer conversar com você e trazer informações e ideias tão relevantes para os leitores e leitoras do blog. Quer deixar um recado ou acrescentar algo que não foi dito?

Priscilla Caminha: Quando a gente se conhece e acredita no nosso verdadeiro potencial, a gente assume nossa posição de realizador e se torna um imparável. Passa a entender que foguete não dá ré e que a gente nasceu para crescer, evoluir e vencer. Alguém que gera transformação diária na própria vida e na vida das pessoas ao redor. Alguém que vive o sucesso diário com propósito, de propósito. Vamos juntos!

 

Escrito por

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Quem palestrou?

Você precisa absorver muito conteúdo mas não encontra tempo para ler?

Milhares de pessoas tiveram uma experiência transformadora ampliando os limites do foco e da memória. Agora é a sua vez!

Clientes