Como alcançar o reconhecimento da autorresponsabilidade? -Por Todescatto

Autorresponsabilidade. O que essa palavra significa para você?

O Palestrante Todescatto aborda com maestria esse termo que certamente, ao ser reconhecido em toda sua essência por você aí do outro lado, fará uma grande na sua maneira de lidar com os obstáculos mais desafiadores de sua existência. 

Como alcançar o reconhecimento da autorresponsabilidade? É o que Todescatto nos conta agora. Leia com a alma e com o coração, pois as palavras de Edvan Todescatto são especiais e vem lá de dentro.

O que você entende por autorresponsabilidade?

De antemão, eu te falo uma coisa: inegavelmente, o ano que passou nos fez mudar a visão da vida

Afinal, nós não tivemos escolha: ou assumiríamos o protagonismo diante das pedras que surgiram, tentando contorná-las, desviá-las ou quebrá-las, ou em contrapartida, seríamos derrubados por elas, esmagados, destruídos.

“Mas Todescatto, o que isso tem a ver com autorresponsabilidade? “

E eu te respondo: TUDO!

Quantas vezes você já se deparou com alguém que está sempre bancando a vítima diante de todas as situações? Ou, se fizer uma autorreflexão, quantas vezes nós mesmos não nos colocamos menores do que somos diante dos problemas, que dessa maneira simplesmente se agigantam diante de nós? 

Ser responsável por si mesmo, reconhecer sua força interior e sua capacidade de enfrentar de cabeça erguida e com o peito aberto os desafios, é a chave da autorresponsabilidade. Uma ferramenta que te ajuda a se desafiar, a se superar, se lapidar e vencer, brilhando feito um diamante dos mais raros.

Dicas para desenvolver a autorresponsabilidade 

Antes de te falar algumas maneiras de desenvolver a autorresponsabilidade, deixo aqui uma definição que irá te ajudar muito a compreender o termo:

Chamamos de autorresponsabilidade  uma habilidade racional e emocional que o indivíduo desenvolve, que o torna capaz de assumir a responsabilidade dos resultados por ele obtidos. 

Tanto os resultados bons quanto os ruins. Isso também se aplica constantemente  no que diz respeito aos rumos da vida.

Para reconhecer essa capacidade, estimulá-la e aperfeiçoá-la, eu tenho algumas dicas, veja:

  • Comece a “chamar pra si a responsabilidade”. Numa partida de futebol, quando o jogo está morno, a equipe não desencanta, é comum surgir um jogador protagonista. Aquele que é muitas vezes considerado o craque e que bate no peito e chama a “responsa”. Sendo assim, comece a atuar como o craque de sua própria vida, aquele que planeja, determina, traça a estratégia e executa as tarefas, independentemente dos obstáculos;
  • Analise aqui que não deu certo e se questione sobre o que você poderia ter feito de melhor, o que pode mudar e o que é necessário para se aperfeiçoar e aprender. Isso é recorrente por exemplo, no mundo do empreendedorismo e corporativo, e pode ser adotado também na sua vida pessoal;
  • Não fique procurando justificativas ou culpados pelos seus resultados.

Conheça o evento Diamond, de Todescatto

No meu evento Conceito Diamond, eu abordo essa questão em uma palestra que vai muito além do que a simples motivação. Trata-se de uma experiência que irá impactar profundamente sua própria existência. Te vejo por lá? 

Escrito por

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Quem palestrou?

Você precisa absorver muito conteúdo mas não encontra tempo para ler?

Milhares de pessoas tiveram uma experiência transformadora ampliando os limites do foco e da memória. Agora é a sua vez!

Clientes