Retomada de Negócios Movimenta Setor Hoteleiro

A taxa de ocupação dos hotéis no país, em abril, subiu 2,9% sobre o mesmo mês de 2019, quando não havia pandemia. Leia sobre isso e outros destaques agora na Newsletter Sucesso, sua fonte semanal de informação sobre o mundo dos eventos e negócios:

RETOMADA DE NEGÓCIOS MOVIMENTA SETOR HOTELEIRO

Depois de ter sido paralisado pela pandemia, o setor hoteleiro começou a sentir uma recuperação firme, de acordo com executivos de grandes redes no país. 

O turismo ganhando força no Brasil, motiva investimentos na ampliação do número de hotéis, atualização de projeções e até a busca por novas oportunidades de negócio, como a sondagem da Hilton pelo segmento de resorts.

Dados do Fórum de Operadores Hoteleiros do Brasil (FOHB) apontaram que em abril o setor registrou uma taxa de ocupação 2,9% maior do que em igual período de 2019, quando a covid não era um problema. A diária média saltou 12,4%, para R$ 270,95. Já a receita de hospedagem por quarto disponível (RevPar) subiu 15,6%. Os números foram fornecidos por 503 hotéis de redes associadas, responsáveis por 78.662 unidades habitacionais e mostram um momento positivo para o segmento.

A Atlantica, segunda maior operadora do país, fechou o primeiro trimestre com uma receita de R$ 316 milhões, alta de 110% na comparação com 2021 e 24% melhor do que o registrado em igual período de 2019. 

Eduardo Giestas, presidente do grupo, explicou que 19 pontos percentuais desse salto vieram diante da maior oferta de quartos. O grupo concluiu em janeiro a incorporação de 24 hotéis da oitava maior rede do setor, a Transamérica, negócio anunciado no fim do ano passado. Há ainda outros três hotéis da rede em desenvolvimento. 

O restante do crescimento, disse, veio favorecido pelo salto na receita de hospedagem por quarto disponível. O bom momento levou o grupo a elevar em 14% a previsão de receita para este ano, que deve superar R$ 1,5 bilhão. O valor representa uma alta de 80% ao registrado no ano passado e de 29% ante 2019.

As informações são do Valor Econômico.

“REDE D’OR” DOS PETS ESTÁ SENDO CRIADA PELA WEVETS

Apesar do varejo pet estar se consolidando em torno de alguns poucos nomes, uma lacuna permanece aberta nesse mercado: não há nenhuma rede de hospitais para pets consolidada. Mas dois ex-executivos do BTG estão tentando mudar isso.

Rodrigo Gatti Pinheiro, um ex-analista de private equity do banco, e Chang Lee, que trabalhou seis anos na mesma área, estão construindo a WeVets, uma espécie de ‘Rede D’Or dos pets’ — comprando hospitais de referência nesse setor e abrindo outros do zero. Os fundadores acham que a analogia com a empresa dos Moll é imperfeita: “Nosso modelo de negócios é muito mais próximo a uma Oncoclínicas do que Rede D’Or. Como são os veterinários de bairro que indicam os nossos hospitais, o relacionamento é muito importante.” 

A WeVets já tem um portfólio de sete hospitais — incluindo o Hospital Rebouças, um dos mais tradicionais de São Paulo, e o Mundo Animal, referência em Porto Alegre. Para financiar a empreitada, a WeVets já levantou R$ 100 milhões com a TreeCorp, a mesma gestora que investiu na Zee.Dog, hoje parte da Petz, uma das big players do setor.

As informações são do portal Brazil Journal.

FISHER PRICE RECEBE CRIANÇAS PARA TESTAR LANÇAMENTOS

A Fisher Price, Empresa do grupo Mattel, de produtos para bebês e crianças, recebe mais de 2.500 crianças para testar os cerca de 450 brinquedos que são lançados por ano. Localizado em East Aurora, Nova York, o laboratório de testes possui três salas inspiradoras e destinadas a crianças de 0 a 5 anos de idade.

No laboratório dedicado aos testes e observações há câmeras de 360 ​​graus e áudio conectado às paredes, pisos e mesas para que especialistas em desenvolvimento infantil observem os padrões de jogo de todos os ângulos.

O espaço conta ainda com análise de software de leitura facial, que permite que os pesquisadores gravem vídeos das crianças para analisar como elas se sentiam quando estavam envolvidas com os brinquedos.

“Há um rigor na pesquisa que é colocado por trás do design e desenvolvimento de cada brinquedo de forma individual, assim como a abordagem fundamental de padrões apropriados ao desenvolvimento de toda a criança”, diz Deborah Weber, diretora de Pesquisa e Desenvolvimento da Primeira Infância.

Os testes também contam com a participação de especialistas de diversas áreas antes do lançamento. Todo o processo leva, em média, um ano até chegar ao consumidor final. As crianças são levadas para testar os produtos assim que as ideias iniciais estão no estágio inicial – podem ser mostradas fotos ou um protótipo, para que os pesquisadores avaliem seus interesses e pensamentos.

As informações são do portal Mercado e Consumo.

PALESTRANTES CHEGAM FAZENDO SUCESSO

Hoje trazemos mais três palestrantes que entraram no cast da agência que mais cresce no Brasil, e já chegaram fazendo sucesso.

Começamos pelo palestrante Edson De Paula, que faz parte do seleto grupo dos profissionais mais requisitados do mercado, quando se trata de eventos corporativos, tanto  nacionais quanto multinacionais. Mestre e Doutorando em Psicologia Organizacional, ele é uma das maiores autoridades que temos em Comunicação, Liderança e Comportamento Organizacional, com forte atuação, desde 2009, no segmento de palestras. Incansavelmente, o palestrante leva adiante seu propósito transformador, que é  “inspirar, motivar e desenvolver líderes para transformar organizações”, diz Edson. Como palestrante e consultor de desenvolvimento profissional na área de treinamentos corporativos, já atendeu mais de 2.000 empresas e formou mais de 10.000 líderes.

Continuamos com Paulo Torrezan, palestrante que atua na capacitação de equipes de vendas para atingir metas e fidelizar clientes, melhorando os resultados e tornando as empresas ascendentes. Paulo é engenheiro e consultor de empresas nas quais atua há mais de 36 anos no desenvolvimento de negócios, gestão de equipes, planejamento estratégico e comercial. Suas palestras são extremamente didáticas e ensinam como uma equipe de vendas pode superar dificuldades e principais desafios do mercado. Formado em Engenharia, Paulo se especializou no ramo dos negócios, atuando com vendas, planejamento e gestão. O palestrante atende grandes grupos de negócios no país e é hoje uma referência em capacitar equipes para vender mais e melhor, sendo também especialista formado em Gestão Estratégica e Inovação pela Copenhagen Business School e em Negociação pela University of Michigan.

Por fim, mas não menos tarimbada, a mentora, professora e empresária, Janaina Yara Augusto, com 20 anos de experiência no mundo corporativo, 11 deles liderando times, é apaixonada por pessoas e por desenvolvimento profissional. A palestrante,  que é mestre em Administração de Empresas, ajuda líderes e profissionais de destaque a se diferenciarem em seus ambientes de trabalho e aprimorarem suas competências socioemocionais a fim de evoluírem na carreira. Em empresas, conduz programas de formação de liderança humanizada, auxiliando na oxigenação da cultura e melhoria do clima organizacional para reter e atrair novos talentos. Com extrema habilidade em lidar com as pessoas de forma humanizada, a palestrante é uma autoridade em assuntos relevantes ao cenário corporativo e de desenvolvimento profissional e humano

Os três palestrantes estão disponíveis para contratação no cast da Palestras de Sucesso, para eventos remotos e presenciais, e com a agenda de junho aberta.

E assim terminamos essa edição da Newsletter Sucesso. Está curtindo esse conteúdo? Não esqueça de mover nosso email para a guia principal para não perder nenhuma novidade.

Tenha uma semana bem sucedida e até a próxima!

Você precisa absorver muito conteúdo mas não encontra tempo para ler?

Milhares de pessoas tiveram uma experiência transformadora ampliando os limites do foco e da memória. Agora é a sua vez!

Clientes